mães empreendedoras

As Mães são as Melhores Empreendedoras

Tomar conta da família é mais difícil do que gerir uma startup. Sabias que as mães estão altamente habilitadas para o empreendedorismo?

O sonho de muitas mães é o de trabalhar em casa ou ter o seu próprio negócio e ganhar mais do que sendo funcionária pública ou empregada de uma empresa. O que a maioria das mães não sabe é que possuem habilidades inatas para serem bem-sucedidas nos negócios. E quantos mais filhos, maiores as suas capacidades para conquistarem pontos no mundo do empreendedorismo.

Os filhos mudam tudo

Ter filhos implica mudar todas as prioridades da vida de uma mulher. De repente, e de forma inesperada, descobre que tem forças e poderes que não imaginava. Parece que o cérebro ganhou um “turbo”. O corpo também passa a ter uma força e resistência que desconheciam.

Ter um filho redefine todas as prioridades anteriores ao seu nascimento, muda a visão periférica que possuíamos e obriga-nos a focar a nossa atenção no que é realmente importante em cada momento e a tomar decisões em segundos. É uma vida indefesa que nos foi confiada e que não podemos facilitar em momento algum.

As rotinas familiares

Gerir uma família é mais difícil que gerir uma empresa. Todos os dias a maioria das mães têm de definir uma estratégia que permita o maior bem-estar dos seus filhos. As refeições, a roupa, o banho, as brincadeiras e muito mais. A seu cargo muitas mulheres têm ainda de decidir os timings da família: por a roupa a lavar, secar, engomar, quais as refeições que a família vai ingerir nos próximos dias (esta é uma das tarefas que mais me apoquenta), fazer compras para a casa, planear as atividades familiares, gerir a economia da família, etc.
Tudo isto quando comparado com gestão de uma pequena ou média empresa é muito mais difícil, até porque em muitos casos o tempo alocado pelas mães a estas tarefas é dividido com um emprego de 8 horas diárias.

Por isso, ninguém ficará surpreendido quando digo que uma mãe tem mais responsabilidades e maior capacidade de gerir tempos, decisões e tarefas do que a gestora de uma empresa. Tu, enquanto mãe, desenvolveste habilidades que muitas mulheres solteiras sem filhos vão demorar alguns anos a perceber e a desenvolver.

Facilidade na tomada de decisões

Decidir é um dos maiores medos da maioria das mulheres solteiras. Elas sentem-se inseguras com muitas das suas decisões porque… têm demasiado tempo livre para pensarem.
As mães não têm tempo para pensar e repensar decisões. Têm de as tomar correndo o risco de errarem muitas vezes, mas também ganham uma capacidade de decidir por instinto, por experiência e muitas vezes arriscando na tentativa e erro.
As mães sabem que muitas decisões não podem ser adiadas, não há tempo para repensar em muitas das situações que se lhes colocam. Têm de tomar uma decisão naquele exato momento.
Quando assumem o papel de empreendedoras as mães não têm medo de decidir. Elas sabem que mesmo que decidam erradamente, a sua resiliência e resistência à frustração são superiores a uma decisão errada e retomam o caminho com a mesma força e determinação de quando um filho está doente ou quando o jantar da família fica queimado no forno. As mães estão prontas para a adversidade e sabem que sem obstáculos a vida não tem sabor.

Da minha experiência, e sem desprimor para muitas mulheres solteiras que integram a minha equipa atual, venho percebendo que as mulheres que são mães possuem uma qualidade intrínseca que as torna resistentes à frustração e aos desaires que a vida lhes vai plantando. Elas não choram o problema, elas combatem-no. Por vezes digo que se uma cobra venenosa lhes atacar um filho, a mãe vira fera e arranca a cabeça da cobra com as suas próprias mãos. É assim na vida dos negócios com as mães empreendedoras.

És mãe e ainda não decidiste testar a tua vertente de empreendedora? Está na hora de falares comigo! Começa agora!

Carla Ramos